Set Travel

Nacional

FOZ DO IGUAÇÚ 05 DIAS - 04 NOITES / CAT. BRASILEIRAS, PARQUE DAS AVES, CAT. ARGENTINAS E COMPRAS PARAGUAI

¤ Parte aérea de ida e volta;
¤ Traslados de chegada e saída;
¤ Hospedagem por 04 noites no hotel escolhido com regime correspondente + taxa de serviços;
¤ Passeio Cataratas Brasileiras (sem ingresso)
¤ Passeio Cataratas Argentinas (sem ingresso)
¤ Passeio Parque das aves (sem ingresso)
¤ Compras no Paraguai.
Serviços não inclusos:
- Taxas de embarque nos aeroportos;
- Despesas com documentação;
- Pernoites e refeições não mencionadas ou que por quaisquer motivos excedam as programadas;
- Despesas de caráter pessoal, tais como: lavanderia, telefonemas e etc.;
- Taxas de serviço nos hotéis, sobre as despesas de caráter pessoal;
- Bebidas em geral;
- Excesso de bagagem;
- Passeios opcionais;
- Tudo quanto não esteja expressamente mencionado como incluído no programa.

- Os vôos poderão ou não ter escalas e serão realizados com equipamentos disponíveis por cada cia. aérea, dependendo da data de embarque e destino escolhido.

É recomendável:
- Consultar as "Condições Gerais" específicas deste produto e o "Contrato de Venda de Pacotes Turísticos" disponível em Downloads no item "Documentos e Contratos". Qualquer dúvida, favor nos consultar.

- O roteiro poderá ser alterado de acordo com as condições climáticas e/ou por motivos alheios a nossa vontade.

Principais Capitais
Assunção (Paraguai) - 320 Km
Brasília - DF - 1566 Km
Buenos Aires (Argentina) - 1350 Km
Campo Grande - MS - 659 Km
Curitiba - PR - 637 Km
Florianópolis - SC - 829 Km
Montevidéu (Uruguai) - 1667 Km
Porto Alegre - RS - 799 Km
Rio fé Janeiro - RJ - 1472 Km
Salvador - BA - 2716 Km
São Paulo - SP - 1047 Km


Pontos turísticos da região
Cataratas do Iguaçu - O maior atrativo natural de Foz do Iguaçu é, sem nenhuma dúvida, as Cataratas que levam o nome da cidade. Indescritivelmente belas, as quedas de água recebem anualmente milhares de pessoas do mundo inteiro. E isso apenas no "lado brasileiro". As cataratas se estendem para o "lado argentino", e oferecem uma visão diferenciada, e igualmente maravilhosa desse fenômeno natural.

Parque Nacional do Iguaçu - Uma das maiores reservas florestais da América do Sul, que se apresenta como parque desde 1939. Com infra-estrutura para receber milhares de turistas ao ano, e ainda assim manter a limpeza e preservação do local, o parque é um lindo cenário da natureza e abriga centenas de espécies animais e vegetais. Além disso, os mirantes e decks embelezam ainda mais o lugar, que em 1986 foi tombado como Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO.

Parque das Aves - Próximo ao Parque Nacional do Iguaçu se encontra este lindo parque, moradia de mais de 900 aves de todas as partes do mundo, embora a grande maioria seja oriunda do Brasil. Há também um borboletário, além de possuir um setor para répteis, como cobras e jacarés.

Central Hidrelétrica de Itaipu - Com suas obras concluídas em 1984, e após dez anos de construção e parceria entre o Brasil e o Paraguai, a Central Hidrelétrica de Itaipu, a maior do mundo, é hoje um dos centros turísticos mais procurados do Brasil. Com 20 unidades geradoras de energia (duas das quais foram inauguradas em 2007), a usina é, além de um enorme produtor de energia, colírio para os olhos. A visitação inclui conhecer essa grandiosa construção, além do Canal da Piracema, Refúgio Biológico Bela Vista e o Ecomuseu.


Comida típica
Por abrigar um número elevado de diferentes culturas, Foz do Iguaçu dispõe dos mais diversos tipos de receitas e restaurantes, mas dois pratos se destacam por serem tradicionalmente locais. É o caso de peixes de água doce, como o dourado assado na grelha e o "Pirá de Foz", feito com surubim, outro peixe local.

Não deixe de experimentar
O "Pira de Foz" foi escolhido em um concurso realizado em 1996 como o prato típico de Foz do Iguaçu. O idealizador do prato premiado é cozinheiro do hotel Bourbon. A saborosa carne do peixe é acompanhada por molho de gengibre, purê de mandioca e arroz com espinafre.

Praças de alimentação
Variedade é o que não falta em Foz do Iguaçu quando o assunto é gastronomia. Restaurantes japoneses, italianos, árabes, nacionais, etc. A lista é grande e espalhada por toda a cidade. Também é bastante fácil encontrar algum restaurante especializado nos peixes tradicionais desta maravilhosa cidade paranaense.


Shopping / Feiras
Em Foz do Iguaçu é possível encontrar uma variedade de produtos no centro da cidade. Desde artesanato feito por paraguaios, argentinos ou mesmo cidadãos paranaenses, até os outros produtos comerciais. A alegria do turista começa mesmo ao cruzar as pontes da Amizade (em direção ao Paraguai) ou da Fraternidade (rumo à Argentina). Na Argentina, os produtos mais vendidos são os feitos em couro ou as especiarias, como azeitona, cebola e vinho. Já no Paraguai, os eletrônicos e similares são campeões de venda, mas deve-se tomar cuidado com a cota de 300 dólares imposta na fronteira. Caso esse valor seja excedido é preciso pagar uma taxa.


Folclore e Cultura
O povo de Foz do Iguaçu é considerado um dos mais multiculturais do Brasil. A grande migração que ocorreu na cidade nas décadas de 1970 e 80 contribuiu significativamente para essa grande variedade cultural. Além disso, argentinos e paraguaios são muito comuns na cidade, seja vivendo ou trabalhando, aumentando ainda mais a diversidade da cidade e seus costumes.

História
A história de Foz do Iguaçu começa no ano de 1542, quando o espanhol Álvar Núñez Cabeza de Vaca "descobriu" as Cataratas do Iguaçu, que já fazia parte das lendas e contos dos índios que habitavam a região. Mas foi só em 1881 que a região que seria conhecida como Foz do Iguaçu passou a ser habitada, demorando ainda oito anos para que o engenheiro militar José Joaquim Firmino visse naquele povoado, que já somava mais de 300 habitantes, a oportunidade de erguer uma colônia militar.
Em 1912, a colônia foi dissolvida, sendo criado em 1914 o município de Vila Iguassú (a grafia seria alterada para "Iguaçu" durante o Acordo Ortográfico ocorrido entre as Academias brasileiras e lusitanas de letras, em 1945). A partir daí, o município se desenvolveu normalmente, tendo seu Parque Nacional do Iguaçu inaugurado em 1939. A larga passada desenvolvimentista de Foz do Iguaçu ocorreu na década de 1970, quando a Hidrelétrica Binacional de Itaipu foi construída. Entre as décadas de 1960, 70 e 80, a população cresceu de 28.000 habitantes para 136.000.
O município gerou durante esse período um largo espectro de pólo turístico, sendo muito procurado por turistas estrangeiros o ano inteiro. Aliado a este fator, Foz do Iguaçu serve como ponte para a Argentina e Paraguai, países que o município faz fronteira.

Quando ir e não ir
O clima de Foz do Iguaçu caracteriza-se por extremos. A cidade pode ser vítima de uma onda de calor de até 40ºC, no verão, e temperaturas abaixo de 5ºC no inverno. No entanto, a cidade é bela e acolhedora em qualquer época do ano.


Veja preços e opções de hospedagem »
« Voltar

Preços

  • Ver opções