Set Travel

Nacional

SALVADOR 08 DIAS - 07 NOITES

¤ Parte aérea de ida e volta;
¤ Traslados de chegada e saída;
¤ Hospedagem por 07 noites no hotel escolhido com regime correspondente + taxa de serviços;
¤ Passeio Bahia Histórica (exceto no período de Carnaval).
Serviços não inclusos:
- Taxas de embarque nos aeroportos;
- Despesas com documentação;
- Pernoites e refeições não mencionadas ou que por quaisquer motivos excedam as programadas;
- Despesas de caráter pessoal, tais como: lavanderia, telefonemas e etc.;
- Taxas de serviço nos hotéis, sobre as despesas de caráter pessoal;
- Bebidas em geral;
- Excesso de bagagem;
- Passeios opcionais;
- Tudo quanto não esteja expressamente mencionado como incluído no programa.

- Os vôos poderão ou não ter escalas e serão realizados com equipamentos disponíveis por cada cia. aérea, dependendo da data de embarque e destino escolhido.

É recomendável:
- Consultar as "Condições Gerais" específicas deste produto e o "Contrato de Venda de Pacotes Turísticos" disponível em Downloads no item "Documentos e Contratos". Qualquer dúvida, favor nos consultar.

- O roteiro poderá ser alterado de acordo com as condições climáticas e/ou por motivos alheios a nossa vontade.

Principais Capitais
Aracajú - SE - 356 Km
Belém - PA - 2.100 Km
Belo Horizonte - MG - 1.372 Km
Brasília - DF - 1.531 Km
Curitiba - PR - 2.385 Km
Florianópolis - SC - 2.682 Km
Fortaleza - CE - 1.389 Km
Goiânia - GO - 1.643 Km
Maceió - AL - 632 Km
Manaus - AM - 4.924 Km
Natal - RN - 1.126 Km
Porto Alegre - RS - 3.090 Km
Porto Seguro - BA - 722 Km
Recife - PE - 839 Km
Rio de Janeiro - RJ - 1.649 Km
São Luís - MA - 1.599 Km
São Paulo - SP - 1.962 Km
Vitória - ES - 1.202 Km


Pontos turísticos da região
Igreja de Nossa Senhora da Vitória - Construção de 1531. Segundo conta a história, dizem que as filhas de Caramuru se casaram nessa igreja.

Igreja e Convento de São Francisco - Conhecida também como "Igreja do Ouro", esse templo é o mais famoso de Salvador. Sua arquitetura barroca mistura-se com o brilho dourado de tanto ouro distribuído pela igreja. Fascina a todos pelos detalhes e pela grandeza do local.

Igreja de Nosso Senhor do Bonfim - Famosa igreja construída em 1756. Anualmente é realizada a Lavagem do Bonfim, grande evento religioso de Salvador.

Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos - Igreja erguida por escravos e negros livres à época da independência do Brasil.

Elevador Lacerda - Desde 1930 o Elevador Lacerda serve como ligação entre os 72 metros que separam a Cidade Alta da Cidade Baixa, transportando milhares de pessoas diariamente.

Mercado Modelo - O local onde já abrigou a antiga alfândega é hoje um mercado formado por centenas de barracas, onde o comércio gira em torno dos inúmeros produtos regionais fabricados manualmente. O porão do edifício, que abrigava escravos, é aberto ao público.

Ilha de Maré - Belo arquipélago que abriga em si a essência da cultura baiana: o artesanato e a pesca. Pequenas casas de pescadores dão um ar autêntico ao local, que oferece estonteantes paisagens.

Ilha dos Frades - Considerada reserva ecológica desde 1982, a ilha, que conta com seis quilômetros de extensão, é uma das menores da Baía de Todos os Santos e tem o formato de uma estrela de 15 pontas.

Praia da Barra - No fim desta praia se encontra o Farol da Barra, que possui um museu e um restaurante em suas dependências. O lugar ainda permite que seus visitantes sejam testemunhas de um lindo pôr-do-sol.

Praia de Itapuã - Belíssima praia, e possivelmente a mais famosa de Salvador. Águas calmas e verdes, areia fina e coqueirais dançando ao sabor da leve brisa que sopra o dia inteiro.

Praia de Piatã - Afastada do centro (19 quilômetros), essa praia é muito procurada por surfistas.


Comida típica
A comida baiana carrega nos primórdios de sua história ingredientes vindos de Portugal, África e mesmo dos índios que já habitavam as terras. Mas a grande influência gastronômica, que gerou iguarias tradicionais da região, como acarajé, caruru e bobó de camarão, veio da cultura e religião africana.

Não deixe de experimentar
A pesca ainda é muito forte no nordeste brasileiro. Por isso, não é nada difícil encontrar camarões preparados das mais diversas formas. Moqueca, acarajé, vatapá e tantas outras receitas apimentadas da Bahia merecem destaque de quem ainda não está familiarizado com essa culinária e de quem já se considera fã das receitas.

Praças de alimentação
O Pelourinho está recheado de opções da culinária regional e internacional. Além disso, os restaurantes à beira-mar são sempre agradáveis e deliciosas pedidas.


Shopping / Feiras
Não faltam barracas anunciando lembranças de Salvador, mas provavelmente um lugar indispensável para se conhecer pelo seu peso histórico, e que oferece os mais diversos produtos artesanais do povo soteropolitano, é o Mercado Modelo. Lá, além das muitas rendas, berimbaus, lembrancinhas e, é claro, as famosas fitinhas do Bonfim, é possível visitar o porão, onde ficavam nos tempos de colonização os escravos.


Folclore e Cultura
O povo baiano, embora seja grande a miscigenação que gerou tão carismática gente, acabou por se apoiar no alicerce das culturas indígenas e africanas, tornando tão evidente e contrastante a divisão entre os religiosos católicos e do candomblé.

História
D. João III, rei de Portugal no início do século XVI, nomeou o militar Thomé de Sousa Governador-geral do Brasil e o enviou para a recém-descoberta colônia com o propósito de fundar a primeira capital brasileira, a qual ficou conhecida como Salvador. Assim, em 1549, Salvador deu seu primeiro passo nos capítulos da história e como capital permaneceu até 1763.
A grande importância econômica que a cidade recebeu deve-se unicamente à larga produção e exportação de açúcar, que rendeu dois séculos de prazeres contínuos aos colonizadores e realeza de Portugal, esta que por fim veio ao país em 1808 para fugir de uma possível invasão de Napoleão. Esse período foi fundamental para a cidade e o país, pois foi quando a primeira universidade de medicina foi criada, além de ter ocorrido um surto de imigrantes que acompanharam a nobreza portuguesa.

Quando ir e não ir
O clima de verão e carnaval de Salvador só dá uma esfriada entre os meses de abril e julho, quando começa o período de chuvas. Mesmo assim, a temperatura mínima na cidade chega a 20ºC nesta época, o que não esfria nem um pouco a eterna alegria baiana. Já os meses entre dezembro e março são responsáveis pela alta temporada da capital da Bahia, quando muitos turistas vêm para a passagem de ano e Carnaval.


Calendário de festas e eventos
Janeiro
- Festa do Senhor do Bonfim;
- Festa de São Lázaro.

Fevereiro
- Festa de Yemanjá;
- Carnaval.

Março
- Aniversário da Cidade.

Junho
- Festa do Divino Espírito Santo;
- Festas Juninas.

Julho
- Festa da Independência da Bahia.

Setembro
- Festa de São Cosme e São Damião.

Dezembro
- Reveillon.

Roteiro

1º Dia: São Paulo/Salvador:
Apresentação no Aeroporto. Embarque com destino a Salvador. Chegada. Recepção no aeroporto e traslado ao hotel. Hospedagem. Restante do dia livre.
2º Dia: Salvador:
Café da manhã no hotel. Passeio Bahia Histórica.
3º ao 7º Dia: Salvador:
Café da manhã no hotel. Dias livres para desfrute do hotel, passeios opcionais, sugeridos pelo receptivo local (não incluídos na viagem), compras e outras atividades a sua escolha.
8º Dia: Salvador/São Paulo:
Café da manhã no hotel. Em horário programado, embarque com destino a sua cidade de origem. Fim de nossos serviços.
Veja preços e opções de hospedagem »
« Voltar

Preços

  • Ver opções